A inovação depende de pessoas.

Mas como mudar um gigante? Como fazer vários diretores entenderem nomenclaturas que eles nem sabem ou querem entender? Como fazer com que eles olhem para outros canais, consultem outras fontes, mudem as suas crenças?

Pessoas. Empresas são feitas delas. Marcas são feitas delas. Para o bem ou para o mal. Ou mudam ou o mercado que elas estão muda e elas somem.

Não foi assim com a Kodak? Continuamos a tirar fotos, mas há quanto tempo não existe mais a Kodak?

Continuamos a ver filmes, mas não alugamos mais na BlockBuster e sim na Netflix, que fez um mercado todo mudar para o padrão dela, afinal Disney, Amazon, HBO viram que o dinheiro da tv a cabo migrou para os serviços de streaming.

Ainda ouvimos musica, mas via Spotify e não mais no CD ou DVD. Quanta venda Saraiva e Fnac deixaram de ganhar por causa dessa mudança.

E os três exemplos mais simples, Ubber, 99Taxi, Airbnb, quantas empresas quebraram por causa deles? Mas continuamos a fazer as mesas coisas de antes, apenas de formas e com empresas ou soluções diferentes. O que fez essas empresas se tornarem lideres dessa inovação?

Pessoas.

No final das contas se resume ao grupo de pessoas que tomam decisões de acreditar que o antigo santo ainda faz milagres ou que o mundo mudou e se não mudar, as coisas não vão melhorar.

Veja o exemplo dos Shoppings. Quantas lojas fechadas, com tapume na frente. A Shoppings que perceberam isso e agora ao invés de somente lojas oferecem cada vez mais serviços. Espaços gigantes para crianças, Airsoft, kart… Até eles perceberam que tem que mudar.

Inovação é a arte de ver os sinais que o mundo está mostrando e ter não só a coragem, mas sim o bom senso de saber que é preciso mudar, pensar digital, pensar globalizado, pensar em omnichannel.

Pensar e fazer. Porque só pensar não faz a mudança acontecer.

E se as pessoas que estão na empresa não quiserem mudar? Bom, eu posso dizer do exemplo que vejo acontecendo na Aramis, que mudou muito do seu time, seus diretores, porque entendeu que a inovação tem que acontecer e então é preciso novos skills e; ou se aprende eles ou se contrata quem saiba e abrace essa inovação. E ai toda a empresa consegue mudar, pensar diferente e a inovação começa a brotar e os resultados a aparecer. Da mais trabalho? Há se dá…

Mas como eu disse lá em cima… pessoas. Algumas querem e desejam esse novo trabalho, outras sempre vão preferir o “sempre foi feito assim”.

Então na próxima vez que você pensar em inovação se lembre que ela começa com você. De forma bem simples. E que depende do time que você tem ao seu redor e da coragem que você tem de fazer a mudança acontecer pra poder inovar.

Leave a Reply